fonte: https://brasilescola.uol.com.br/biologia/atp.htm

O que é ATP? A molécula é formada por uma base de nitrogenada adenina; uma ribose e e três grupos de fosfato. É encontrada em todos os seres vivos e constitui a principal forma de energia química.

Mas como que o conseguimos captar ATP para virar energia? Cada caloria consumida pelo indivíduo tem cerca de 25% de ATP aproveitado. E como nosso corpo transforma a energia ingerida em ATP?

Os macronutrientes, durante o processo digestivos são as fontes para abastecer nossos sistemas de produção de ATP. Isso tudo através das vias energéticas, que são basicamente três:

Sistema Anaeróbico Aláctico ou ATP-CP:
Através da utilização dos estoques dos compostos armazenados dentro das células musculares, esse sistema serve, principalmente para sustentar as atividades de alta intensidade e curta duração.

Anaeróbio láctico (glicolítico): Não necessita do oxigênio, e é uma fonte rápida de energia, porém resulta em acidose muscular o que limita o ritmo enzimático e sua capacidade produtiva. Utiliza glicose (glicogênio muscular) como fonte principal de energia para síntese de ATP.

Aeróbio (oxidativo): O sistema que utiliza o ciclo de Krebs e o de trasporte de elétrons. É uma grande fonte eficiente de energia com muita capacidade e duração. Utiliza principalmente a glicose, mas pode recrutar ácidos graxos livre e aminoácidos como fontes secundárias. Por isso se afirma que nesse sistema ocorre a “queima de gordura”. É utilizado em atividades de resistência como longas corridas.

Quer treinar com eficiência sem gastar horas e horas na academia? Conheça nosso programa de Personal trainer online.

https://personalnathc.com/

Fontes:
https://pebmed.com.br/fisiologia-do-exercicio-de-onde-vem-a-energia-para-o-musculo/

WhatsApp chat